quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Casa da Severa - Rua do Capelão -Mouraria



Maria Severa Onofriana (Lisboa, 1820 — Lisboa, 30 de Novembro de 1846) foi uma cantora de fado, considerada a mítica fundadora do fado, caracterizada pelos seus fados lisboetas
A Severa viveu grande parte da sua curta vida na Mouraria, mas o seu nascimento ter-se-á dado na Madragoa, na Rua Vicente Borga nº33 (antiga Rua da Madragoa), esquina com a Travessa dos Inglesinhos .
Era filha de Severo Manuel e Ana Gertrudes. A sua mãe era proprietária de uma taberna e tinha por alcunha "A Barbuda" , devido à barba que tinha na cara. A Severa era uma prostituta alta e graciosa, que cantava o fado (especialmente numa taberna da Rua do Capelão). Teve vários amantes conhecidos, entre eles o Conde de Vimioso (Dom Francisco de Paula Portugal e Castro) que, segundo a lenda, era enfeitiçado pela forma como cantava e tocava guitarra, levando-a frequentemente à tourada.
Morreu de tuberculose a 30 de Novembro de 1846 na rua do Capelão, na Mouraria, em Lisboa, tendo sido sepultada no cemitério do Alto de São João numa vala comum.


No seguimento da Rua do Capelão fica a Rua da Guia , o Beco dos Três Engenhos e Rua da Amendoeira





LOCALIZAÇÃO






.

Um comentário:

  1. Encontrei esta preciosidade e quero dar os parabéns. Eu só há pouco tempo conheci o Bairro da Mouraria. Fiz até um artigo dando conta dessa experiência, no blog "Pássaro no Ombro"
    http://passaronoombro.com
    A experiência que relatei é do que vi e que ouvi, nomeadamente fado ao vivo numa Tasca em frente à casa da Severa.
    Mas ver aqui o que é a Mouraria e o que foi noutros tempos é de facto algo muito interessante e que vou partilhar nas redes sociais se não vir nisso algum inconveniente.
    Grande abraço

    ResponderExcluir